João Rodrigues
Sobre o artista

“Se estou triste desenho, se estou alegre desenho, se estou chateado desenho…” João Rodrigues desenha. Só por isso consegue meter a lua numa caixa, sentar-se nas nuvens — não esquecer os gorros, barretes e o capacete de astronauta — ou arrastar pelo chão um coração.

A ilustração dele é um urso de peluche, é a pele de um monstro de Maurice Sendak, é o sítio das coisas nada selvagens. “A principal fonte de inspiração é o amor, a busca daquela pessoa especial”, revelou ao P3 o ilustrador João Rodrigues, que nos últimos 42 anos não arranjou melhor maneira para se exprimir. “À partida parecem desenhos infantis, mas há muito mais por trás deles, uma grande dose de melancolia em todos estes personagens solitários que procuram a sua estrela”.

Escreve algo e pressiona Enter para pesquisar

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.