Margarida Macedo
Sobre a artista

Há dias em que pessoas não são mais do que ruído, por isso é nas quatro paredes lá de casa que a Margarida mais se vê rodeada do mundo. Da música, dos filmes, das personagens e das palavras soltas. Hoje a casa é em Berlim, e não em Lisboa, mas as paredes são as mesmas: abrem-se para deixar entrar experiências, e fecham-se para as transformar em inspiração.

Nasceu em Almada. Estudou Fotografia, depois Arte e Comunicação, depois Design, depois Ilustração — onde junta tudo, baralha e volta a dar. Foi na ilustração que descobriu o palco para os sorrisos que guarda só para quem é seu. Foi na ilustração que conseguiu tornar reais as histórias que, em pequena, o pai lhe contava ao adormecer como sendo apenas de encantar. Agora têm corpo, têm cor, flores e pavões dourados se o verão que detesta estiver dentro da sua cabeça. Ou são a preto e branco, se o inverno de que tanto gosta for maior do que a meteorologia.

A Margarida tem 28 anos e gosta de tudo e do seu contrário. De uma casa no campo quando não dispensa o turbilhão da cidade. De unicórnios e flamingos cor de rosa quando não dispensa os seus clássicos reebock pretos. A Margarida tem um coração de gigante e uma caixa de música no lugar da razão.

Escreve algo e pressiona Enter para pesquisar

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.